• O método Pilates

    Criado em 1920 pelo alemão Joseph Pilates, o método une práticas de ioga, zen budismo e artes marciais às práticas de exercícios ocidentais. Muitas vezes com a utilização de aparelhos, os exercícios utilizam sempre o peso do próprio corpo do paciente na sua execução.
    É baseado em seis princípios básicos: respiração, concentração, controle, alinhamento, centralização e integração de movimentos.
    Além do trabalho físico, o grande objetivo é unir corpo e mente em harmonia.

    Principais benefícios do Pilates

    • Fortalecimento
    • Reequilíbrio muscular
    • Alongamento
    • Consciência corporal
    • Controle do movimento
    • Postura
    • Concentração
    • Definição muscular
    • Condicionamento físico
    • Respiração

     

    Bem-estar voltado para saúde.
    Os pacientes do podem iniciar o programa de Pilates por orientação médica – seja de neurologista, ortopedista, fisiatra ou de ginecologista, por exemplo. A prática também poderá ser utilizada pelos pacientes que já estão em tratamento na reabilitação, desde que seu médico ache importante esta prática como uma técnica adicional.
    O Pilates tem sessões de 50 minutos e o tempo do tratamento depende da necessidade do paciente. Para resultados palpáveis, o ideal é praticá-lo por, pelo menos, três meses.
    Fonte : http://www.einstein.br/Hospital/reabilitacao/Noticias/pilates-tambem-e-opcao-para-tratamento-e-reabilitacao.aspx

Deixe uma resposta

Cancelar resposta